Páginas

quarta-feira, 24 de abril de 2019

PAESE VOTA PARA AMPLIAR OS SERVIÇOS NA SAÚDE E EDUCAÇÃO E AUMENTAR A TRANSPARÊNCIA COM MENOS GASTOS



Na última terça-feira o Vereador PAESE votou favorável a reestruturação administrativa do Município de Videira (SC).

O Parlamentar explica que para permitir a eficiente ampliação dos serviços da saúde com o UPA 24 horas (+ de 5.000 atendimentos mês); educação especial; aumento de vagas nas creches (+ de 600 vagas); turno integral para a 1a e 2a séries iniciais na rede de ensino municipal; implantação do Centro de Inovação Tecnológico; aperfeiçoamento do atendimento do PROCON e da Ouvidoria, entre outros, votou pela aprovação do Projeto de Lei n° 28/19.

PAESE relata que a atual Administração está fazendo cada vez mais na educação e saúde e diminuindo as despesas com pessoal, ao contrário da antiga Administração que promoveu 11 reestruturações, gerando custo de mais de 8 milhões sem oferecer nada de novo aos munícipes.

Para se ter idéia, em 2013 e 2015 a antiga Administração gastava mais de 48% do que arrecadava com pessoal, chegando a mais de 50% em 2009. Hoje, oferecendo uma saúde e educação indiscutivelmente melhor, gasta por volta de 42% com pessoal. Administrar com eficiência e reduzir custos é o que o povo espera da nova política. Isso somente é possível porque temos um Prefeito que é um gestor profissional, com sucesso inclusive nos seus negócios pessoais, ao contrário de outros que são verdadeiros parasitas, sobrevivendo ao longo da vida exclusivamente da política, diz o Vereador.

Além disso, a atual Administração concedeu aos servidores efetivos todos os índices inflacionários, mais um pequeno aumento real, ao passo que a antiga Administração criou inúmeros cargos comissionados, deixando de repassar mais de 14% da inflação aos efetivos. Quer dizer, lamentavelmente, com a outra Administração, os efetivos tiveram perda do poder aquisitivo para que o Prefeito pudesse criar mais cargos de confiança, afirma Paese.

Segundo o Vereador, é importante salientar  que ao começar o mandato, o Prefeito Borga reduziu as 13 secretarias existentes na outra Administração, para apenas 8, número que se mantém com a reforma. Além disso, considerando que o Projeto votado também extingue cargos, são criados apenas 4 cargos novos de confiança, todos úteis para os novos serviços oferecidos a população.

No campo da transparência o resultado é ainda melhor. O Parlamentar afirma que sem transparência na coisa pública não há democracia, além de ser terreno fértil para corrupção, como vimos na história recente do nosso país.

PAESE diz que tão logo o Prefeito BORGA assumiu a Prefeitura, cortou os gastos que eram feitos pela antiga Administração com agência de publicidade. Eram mais de R$ 650 mil gastos por ano, atualmente, com a publicidade institucional feita pela própria Administração, os custos caíram para R$ 100 mil ano, economia de mais de R$ 500 mil. Para fortalecer ainda mais a transparência e subir no ranking de 6° cidade mais transparente do Brasil, esta sendo criado o cargo de secretário de comunicação social que também acumulará as funções da antiga pasta da gestão pública.


PAESE aponta que é preciso parabenizar a atual Administração por apresentar projeto que atende o interesse público, olhando para os que mais precisam, sem esquecer da transparência e economia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário