Páginas

sábado, 26 de dezembro de 2015

NATAL SOLIDÁRIO!!! BALANÇO DE 2015!!!





Encerramos 2015 buscando trazer um pouco de alegria àqueles que mais precisam. Ver o sorriso no rosto de uma criança é uma recompensa ímpar, que nos estimula a seguir a jornada contribuindo para construir uma sociedade mais solidária e justa, diz PAESE.

Foram muitos os desafios enfrentados, mas com luta e dedicação a comunidade videirense obteve importantes conquistas. 

Veja algumas:

DIREITOS

- Negado o aumento da taxa de iluminação pública. O vereador, demonstrou que o aumento do imposto pretendido pelo Prefeito não tinha justificativa e o projeto de lei foi arquivado;

- Lei de autoria do Vereador PAESE,  garantiu direitos a idosos, deficientes, aposentados, pensionistas e pessoas acometidas de câncer que terão isenção de IPTU sem precisar renovar o pedido todo ano;

- Bloqueio de ligações telefônicas de Telemarketing. Lei de iniciativa de WILSON PAESE, permite que ao preencher simples cadastro no site do PROCON, sejam afastadas ligações indesejadas  que oferecem produtos e serviços;

- Transparência. Lei do vereador Paese, trouxe mais transparência para a Câmara de Vereadores, permitindo que o inteiro teor dos projetos de lei, quem os propôs e o andamento dos mesmos possam ser conhecidos pela internet. Assim,  é possível saber o que o vereador anda fazendo e o que se discute na Câmara;

- Novo plano diretor. Paese propôs iniciar as discussões do novo plano diretor que vence em 2016. Com este instrumento de planejamento, Videira poderá retomar seu crescimento;

- Defensoria Pública em Videira. O Parlamentar pediu ao Governo do Estado a instalação de uma unidade  da Defensoria Pública em Videira, para atender gratuitamente as questões jurídicas das pessoas sem condições financeiras;

- Transparência. Pela fiscalização do Parlamentar, atuação do Ministério Público e imposição do Judiciário o Prefeito foi obrigado, em ação judicial, a cumprir a Lei de Acesso à Informação, e hoje Videira é reconhecida nacionalmente
Destaque-se que na ação judicial o Prefeito disse que não podia cumprir a Lei.

FISCALIZAÇÃO

- Criação de cargos comissionados. Apesar do Vereador Paese e de outros parlamentares votarem contra projeto do Prefeito que criou mais cargos sem concurso público, inchando os gastos da Prefeitura, os vereadores do Prefeito aprovaram a criação de mais cargos para apadrinhados do Prefeito;

- Fiscalização promovida pelo Vereador Paese resultou em Ação de Improbidade Administrativa contra o Prefeito, por suspeita de fraude em licitação destinada a aquisição de veículo de luxo. A justiça determinou o bloqueio de bens do Prefeito;

- Fiscalização do Vereador Paese, resultou na abertura de investigação pelo Tribunal de Contas contra o Prefeito. A suspeita é de fraude em licitação em obras e serviços no Aeroporto Municipal;

- O Vereador descobriu que a falta de água na cidade é culpa da Prefeitura, que desde 2011 não elaborou contrato de gestão com a CASAN. Quer dizer, a Prefeitura entregou o serviço para a CASAN mas até hoje não pôs no papel quais são as obrigações dela. Assim, não há como cobrar nada e a falta de água continua acontecendo;

- Nepotismo. Emprego de parentes de vereadores na Prefeitura como moeda de troca. Paese levou a conhecimento das autoridades que o Prefeito empregou e emprega parentes de vereadores, o que é proibido pela Constituição Federal;

- Obras que se arrastam por anos sem conclusão por incompetência do Prefeito. O Parlamentar cobrou a conclusão de obras importantes para o povo Videirense, dentre elas o UPA 24 horas - que foi lançado na campanha de 2012 e até hoje não está pronta, deixando de oferecer mais serviços na área da saúde;

- Terminal urbano. O Vereador Paese descobriu que em 2011 o Prefeito recebeu R$ 550 mil da empresa Santa Terezinha para construir o novo Terminal Urbano. Mas ao invés disso, por incompetência, deixou o dinheiro guardado, enquanto o povo fica exposto a chuva, sol e no meio de veículos para apanhar sua condução.

Prestadas as contas da nossa atuação, desejamos um FELIZ 2016!!!







Nenhum comentário:

Postar um comentário