Páginas

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

NOTA DE ESCLARECIMENTO


Circula informação de que o vereador WILSON PAESE teria utilizado terceira pessoa para promover notícia de ato de improbidade administrativa em desfavor de agentes públicos da Prefeitura de Videira, dentre eles o Secretário de Turismo e Cultura, CLEMIR SCHMITT, por fraude em licitação, culminando com o bloqueio de bens do mesmo, pelo Poder Judiciário.

Diante disso, esclarece que no exercício do mandato de vereador, fiscalizando os atos da Prefeitura, como é obrigação de qualquer parlamentar, vem, desde o ano de 2013, apresentando inúmeras notícias ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas de Santa Catarina, a respeito de indícios de ilegalidades cometidas pela Prefeitura e seus agentes. TODAS, em número próximo a 20 (vinte), foram devidamente ELABORADAS e ASSINADAS pelo vereador WILSON PAESE, e divulgadas no site: www.vereadorwilsonpaese.com.br, onde presta contas do desempenho das suas atividades.

Portanto, quem acompanha o trabalho do Vereador sabe que isso é falso, uma vez que sempre atuou de forma independente, sem cabresto ou medo de apontar onde as coisas estão erradas.

Quer-se criar uma cortina de fumaça envolvendo os graves fatos em apreciação no Poder Judiciário. Independentemente de quem assinou a denúncia (oposição ou não), seu teor aparenta ser verdadeiro, já que, após investigação pelo MP, este promoveu ação de improbidade e o Poder Judiciário, além de receber a ação, determinou o bloqueio de bens de todos os envolvidos.


Finalizo dizendo que, teria imenso prazer em assinar tal denúncia e, quem o fez, merece minhas congratulações, pois mostra que as pessoas de bem acordaram e não aceitam mais nenhum desvio no trato do dinheiro público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário