Páginas

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

INCOMPETÊNCIA DA PREFEITURA VAI TIRAR POLICIAIS DAS RUAS


NOTA DE ESCLARECIMENTO


A Prefeitura de Videira lançou o Parque do Rio do Peixe em maio de 2012, em pleno período eleitoral, com previsão  de conclusão em 180 dias, mas acabou levando mais de 600 dias para ser finalizado, mesmo tempo previsto para construir o asfalto de Videira a Fraiburgo.

Mas, o que é ainda pior, a Prefeitura construiu um parque que reúne grande fluxo de pessoas sem levar em conta aspectos básicos de segurança pública(Ex.: banheiros escondidos defronte a um barranco, péssima iluminação, ausência de regras de funcionamento visíveis, múltiplas entradas e saídas do local, construções em local ermo, etc)   o que, desde antes da inauguração, tem contribuído para a prática de atos de vandalismo e atentatórios a moralidade, culminando, recentemente, com a morte de um adolescente no local.

Agora, depois de ter criado o problema, a Prefeitura busca a saída mais cômoda, transferindo para a Policia Militar a responsabilidade de cuidar do local, suprindo suas deficiências.

A Policia Militar, como todos sabem, tem efetivo reduzido em nosso Município e missão de suma importância para preservar a ordem pública. Por isso, não tem cabimento que se mobilize expressiva quantidade de policiais militares para permanecer dia e noite num parque

Se a moda pegar e todo espaço público mal construído pela Prefeitura precisar ser guarnecido por policiais militares, nenhum deles desempenhará outra função além dessa.

E ainda, como ficam os demais bairros que também gostariam de possuir uma base permanente da Polícia Militar? O Rio das Pedras, por exemplo. Por acaso algum bairro merece situação privilegiada em detrimento de outro, por culpa da Administração? E quando o projeto do Parque do Rio do Peixe estiver concluído (se for concluído), cada uma das suas áreas que seguirão ao longo do Rio do Peixe terá uma base fixa da Polícia Militar?

A Prefeitura deve cumprir com o seu papel de forma eficiente, assumir suas responsabilidades, abandonando praticas administrativas arcaicas.

Para isso, poderá contratar, por meio de processo licitatório, empresa de segurança privada armada para manter a segurança do Parque e evitar a sensação de insegurança ocasionada aos moradores do Bairro Farroupilha.

Obviamente que isso não impede que a Polícia Militar possa ser acionada para atender ocorrências havidas no Parque. O que não tem cabimento é transformar Policias Militares em meros zeladores de parque municipal.

Por todos estes motivos, o Vereador WILSON PAESE é absolutamente contrário a fixação de uma base da Polícia Militar naquele local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário