Páginas

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

ATRASO EM PROCESSO SELETIVO DE ACTs DEIXA CRIANÇAS SEM PROFESSORES. CONCURSO REALIZADO ÀS PRESSAS NO FINAL DE SEMANA É MARCADO POR IRREGULARIDADES.



Na última terça-feira (28/10/2013), o vereador PAESE fez uso da palavra para relatar que nas últimas semanas diversas pessoas vêm apontando que escolas e centros de educação infantil do Município de Videira (SC) estão sem professores em razão do processo seletivo de ACTs ter expirado sem que a prefeitura lançasse outro, em tempo hábil, para evitar o transtorno.

Para o Parlamentar, cuida-se de algo previsível e que se repete todos os anos. Há a necessidade de substituir professores, pelos mais variados motivos e para tal, a prefeitura deve sempre manter processo seletivo válido, a fim de atender as situações excepcionais. É o básico, o mínimo que se espera de um administrador, destaca.

PAESE lamenta que episódios retratados, de alunos e crianças sem professores, assistindo vídeos ou realizando outras tarefas para preencher o tempo, com prejuízo para a educação escolar, venham ocorrendo.

O vereador diz que para corrigir o erro, a prefeitura lançou, às pressas, novo processo seletivo, cujas provas foram realizadas no último final de semana.

Frisa que o atropelo era tamanho, que os candidatos saiam de extenuante prova escrita e já seguiam, imediatamente, para a apresentação de títulos, algo que considera uma verdadeira aberração.

Outro exemplo das irregularidades ocorridas, segundo WILSON PAESE, advém da anulação de TODA a prova de matemática, uma vez que o conteúdo não estava previsto no edital.

O Parlamentar, que realiza concursos públicos há muitos anos, diz tratar-se de fato inusitado, bem como se mostra indignado com a alegação da empresa que aplicou a prova, no sentido de que não houve prejuízo aos candidatos, pois todos receberam nota 10 na prova de matemática.

PAESE contesta argumentando que houve prejuízo sim, seja para aqueles candidatos que estudaram todo o conteúdo e foram nivelados com aqueles que não o fizeram, seja na deficiência em avaliar adequadamente a capacidade dos candidatos ministrarem aulas em determinada área do conhecimento.


Por fim, o vereador fez um apelo aos pais, para que exijam da Prefeitura uma educação de qualidade, onde, no mínimo, professores façam-se presentes em sala de aula durante todo o ano letivo. 

Um comentário:

  1. É que seguem à risca, o ditado, "POVO EDUCADO, CABRESTO ABANDONADO " se não for assim quem iria garantir as próximas eleições? sem as ditas "vaquinhas de presépio" ?

    ResponderExcluir