Páginas

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

DENÚNCIA: ESCOLA FANTASMA DO BAIRRO CARELLI ESTÁ REPLETA DE IRREGULARIDADES

Terreno onde deveria ser construída a Escola


Terreno onde deveria ser construída a Escola















O Vereador WILSON PAESE usou a tribuna da Câmara, na última sessão, para apresentar grave denúncia envolvendo a construção da Escola Municipal do Bairro Carelli.

Segundo o Parlamentar, no mês de agosto de 2012, durante período eleitoral, a Prefeitura abriu o processo licitatório - Tomada de Preços, nº 38/2012, cujo objeto era a construção da primeira etapa da Escola Municipal no Bairro Carelli.

Tal fato foi amplamente divulgado, servindo inclusive de plataforma política em campanha eleitoral, afirma PAESE.

Narra o Vereador, que no mês de novembro de 2012, a Administração firmou contrato com a construtora vencedora da licitação. 

E acrescenta: Passados 5 (cinco) meses, em abril deste ano, a Prefeitura estampou a seguinte noticia em seu site:


"Dentro de alguns meses a Rede Municipal de Ensino de Videira vai ganhar cerca de 300 novas vagas para estudantes que freqüentam o ensino fundamental. A Prefeitura de Videira iniciou na última semana a construção de mais uma escola para atender a demanda do município. Localizada na Rua Anita Garibaldi, no Bairro Carelli, a nova escola que também atenderá os moradores do Bairro Carboni será construída em três etapas. A primeira delas já está em execução e terá 1.207,60 m² (...)”

Ou seja, a Prefeitura informava que a construção da Escola havia iniciado. Todavia, estive pessoalmente no local da suposta obra (vide fotografias acima), e posso assegurar, ultrapassados 150 dias da noticia acima, não há sequer um tijolo assentado no local, mais do que isso, inexiste qualquer sinal que indique a proximidade do inicio de alguma atividade relativa a construção, aponta PAESE.  

O Vereador entende que a ineficiência da Administração, aliada ao desapego pela responsabilidade com o dinheiro e interesse público, fez com que, passado quase um ano da assinatura do contrato, nada tenha sido feito.

PAESE diz que a gravidade dos fatos é ainda maior porque, ao obter informações junto ao TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA, descobriu que a Prefeitura vem informando, FALSAMENTE, que a obra esta em andamento desde fevereiro de 2013.

Caso averiguados estes fatos, há, na visão de PAESE, o cometimento de crime, de malversação do dinheiro público e de violação de princípios administrativos, como o da eficiência e da moralidade, pois, o Vereador lembra que a obra licitada há  um ano atrás, certamente não poderá ser realizada atualmente pelo mesmo valor daquela época.

Como medida inicial, ante fatos tão graves, o vereador WILSON PAESE apresentou requerimento dirigido ao prefeito municipal interino, para que apresente explicação sobre os fatos, indicando os responsáveis pelas irregularidades e as medidas que serão tomadas para recompor o patrimônio público e punir os agentes envolvidos.
 

5 comentários:

  1. Pelas fotos, aparentemente, deve ter sido feito serviço de retroesvacadeira, terraplanagem, limpeza do terreno.. não? Pelo menos é o que se nota nas fotos.. creio que isso também conte como inicio das obras.. hehe

    ResponderExcluir
  2. sr vereador, não deixe esse assunto passar batido. o sr descobriu, e se naõ levar p/ a justiça, vira cúmplice! depois; não eh especialidade do pmdb, se defender até do indefensável?....

    ResponderExcluir
  3. Vereador Paese ,estamos esperando noticias dessa maracutaia da construçao no bairro carelli.Há quem diga que teu silencio tem a ver com o poderio econômico dos coroneis da cidade!... Por favor!, não nos decepcione,pois se o ourto lado acha que só tem uma pessoa habilitada p/ ser prefeito dde Videira, saibam que agora, seguindo esse pensamento,tem mais uma: VOCE!

    ResponderExcluir
  4. Informo que os fatos, diante da gravidade, já foram encaminhados as autoridades competentes para a devida apuração.

    ResponderExcluir
  5. então, a exemplo do ficha suja ,já sabemos o resultado.... infelizmente. Amanhã ou depois vão julgar,não o ato em si, mas quem denunciou, não era habilitado p/ denunciar, a despeiito do crime.....Tal Brasil, Tal Videira!

    ResponderExcluir